Tudo começou em 1993, quando o educador e baixista Giovanni Mendes retornou dos USA após formar na consagrada Universidade Musicians Institute (Hollywood) e montou a sua primeira escola: “Tria” que se transformou posteriormente em Pro-Music(1994) e depois de uma cisão de sociedade no final de 2016 passou a chamar AvantGarde Escola de Música.

 

A escola tem como objetivo ensinar música com qualidade em diferentes estilos musicais, de forma criativa e inovadora, para pessoas de todas as faixas etárias e com interesses variados.  Todo o material didático foi desenvolvido exclusivamente para a AvantGarde por educadores e músicos que se destacam no cenário musical brasileiro.  A escola conta com duas unidades (Gutierrez e Buritis) com um corpo docente altamente qualificado, salas tratadas acusticamente com equipamentos e instrumentos de primeira linha, estúdio e Palco Avantgarde em duas unidades em Belo Horizonte: Gutierrez e Buritis. Aproximadamente dezoito mil alunos passaram pelas três escolas e muitos alunos tornaram-se músicos de destaque do cenário musical brasileiro e na Europa.

 

Nestes 28 anos a AvantGarde se consolidou no mercado musical sendo respeitada e reconhecida em todo o Brasil, especialmente pela qualidade do seu corpo docente, por proporcionar aos seus alunos apresentações em grandes festivais de música e por seu método de ensino. 

 

Na unidade Buritis a escola tem como sócio o multi instrumentista e educador Demian Dinelli).

Gerente administrativo: Luciana Ferraz

Secretaria Gutierrez: Inez e Rafael Canielo

Secretaria Buritis: Willian

Baixista, educador e curador- foi diretor e fundador das escolas: Tria, Pro-Music e atualmente é diretor geral da AvantGarde. Bacharel em Contrabaixo pela UFMG e formado com “Honras” na consagrada Universidade Musicians Institute na Califórnia, onde estudou com os grandes mestres e instrumentistas da música americana como: Jeff Berlin, Gary Willis, Steve Bailey, Billy Sheehan, Todd Jonhson, Bob Magnusson, John Patittucci, Joe Diorio, Scott Henderson dentre outros. No Brasil estudou com Arthur Maia (RJ), Ian Guest, Fausto Borém, Milton Ramos, Gilberto Diniz, Nelson Faria, Cláudio Bertrame(SP) e Rubner Abreu(FEA).

Atuou como colunista da revista especializada em baixo: “Baixo Cover” e do Jornal Correio Musical.

É produtor e curador de Festival de Blues e Jazz de Tiradentes desde 2013.

Como baixista tocou ou teve bandas com: Matt Warnock (Canada), Holly Holmes (USA), Sandro Albert (USA), Pipi Piazolla (Argentina) Haroldo Ferreti (Skank), Márcio Buzzelin e Marco Túlio (Jota Quest), Afonsinho, Magno Alexandre, Celso Moreira, Chico Amaral, Gilvan de Oliveira, Tino Gomes, Titane dentre outros.

Músico profissional, atua como instrumentista (guitarrista e violonista) e como professor de música. Natural de Florianópolis, mora em Belo Horizonte, onde consolidou sua carreira musical. Influenciado pelo blues, o jazz e a MBP, seu estilo é caracterizado pelas habilidades de solista e de improvisação.  Se apresenta regularmente com seu quarteto de música instrumental em casas de shows, eventos particulares, corporativos, cerimoniais e festivais de música.

A Coordenadora Dafne Kontoya teve o início de sua formação musical realizada na Avantgarde. Aluna premiada como destaque no festival de final de ano de 2011, passou a dar aulas de prática em conjunto e, como consequência de seus estudos, também passou a lecionar técnica vocal. Em 2013 cursou o preparatório para vestibular na própria escola e ingressou no curso de Licenciatura em Música, na Universidade do Estado. Além da graduação, Dafne é cantora de rock profissional há 18 anos, tendo atuado em mais de 25 cidades em todo o Estado. Na escola, atua como coordenadora e leciona técnica vocal, violão, aulas híbridas e práticas em conjunto.

Graduado em Música pela Universidade Federal de Minas Gerais e atualmente cursa o mestrado em performance musical pela mesma instituição. Pesquisa as influências do jazz na música brasileira e metodologias para o ensino de música. Enquanto performer, possui, entre os inúmeros projetos, um quarteto de samba-jazz, com releituras de canções populares brasileiras e canções tradicionais do repertório jazzístico, no qual atua como cantor, guitarrista e arranjador. Também faz parte de projetos de outros estilos musicais, como jazz, rock, banda de baile e blocos de carnaval. Sua trajetória na Avantgarde é longa e representa amor pela instituição desde seu ingresso à escola enquanto aluno em 2006. Orgulhosamente Rafa Barbosa é professor na Avantgarde e leciona cordas, técnica vocal, especialização em jazz, além de fazer parte da coordenação acadêmica juntamente a Giovanni Mendes e Dafne Kontoya.

Adriano Campagnane (baixista e produtor)
Alberto Magno (baixista e produtor)
Alê (Ex Cidade Negra)
Augusto Nogueira(Banda Scarcéus)
Antônio Loureiro (multi instrumentista atuante nos USA)
Beto Nastácia, Júlio Nastácia, Leozinho e Maurinho (Banda TiaNastácia)
Érika Machado (cantora)
Egler Bruno (Ex Cidade Negra)
Fábio (banda Manitu)
Felipe Guerzoni (guitarrista)
Fernando Prado (guitarrista e produtor Midas Estúdio)
Fred Heliodoro(baixista e produtor)
Guilherme Vincens (professor UFOP)
Haroldo Ferrete (Skank)
Jean Dolabella (Ex-Sepultura)

Jesse Gomes (Guitarrista atuante na Alemanha)
João Marcos (Banda Scarcéus)
João Nogueira (Violonista atuante na Alenha) (guitarrista)
Júlia Ribas (cantora)
Luiza Mitre (pianista)
Marcus – Banda Manitu
Natália Mitre (bateria)
Rafael Barbosa(Cantor, guitarrista e coordenador Avantgarde)
Renato Laranjo (guitarrista Gospel)
Thiago Correia (Baixista e produtor)
Waldir Cunha (Baixista e produtor musical)
Zazu (Baixista Feijão de corda)
Guilherme Costa (guitarrista e professor da Avantgarde)
dentre vários outros instrumentistas renomados.